Damaria

Ministrou diversas oficinas de percussão
Alexandre Damaria, músico profissional desde 1996, é natural de Florianópolis/SC. Percussionista que atua como professor e músico em grupos de chorinho, samba, salsa e maracatu, ministrou diversas oficinas de percussão no estado de Santa Catarina. Integrante e fundador do grupo Tijuquera, participou de diversas oficinas de percussão brasileira com os músicos Guello, Eder O’Rocha, Glen Vélez e Armando Marçal, entre outros. Em 2000, no Rio de Janeiro, foi aluno de Marcos Suzano (pandeiro brasileiro) e do baterista Guilherme Gonçalves (o ritmo pelas suas subdivisões). Durante dois anos e meio, fez parte do Rio Maracatu, por meio do qual atuou como professor, ministrando aulas no Centro Cultural Fundação Progresso (Circo Voador/RJ), no Centro Cultural Maracatu Brasil e na Sala Funarte. No Rio Maracatu, foi músico do primeiro-time de apresentações em shows na Bahia, Minas Gerais e por todo o Rio de Janeiro. Em 2011, foi coautor do livro O Berimbau e ministrou oficina de percussão na 38º Encontro de Artes (ENARTE – Universidade Federal do Pará – Belém/PA). Em 2013, participou do Rhythm World 23 — organizado pela instituição Chicago Human Rhythm Project —, como percussionista do grupo de sapateado Cia Trupe Toe. Em 2014, foi percussionista no show conjunto de Lenine e a Camerata de Florianópolis, que ocorreu na programação do Jurerê Jazz Festival. Atualmente, está cursando percussão na Escola Livre de Música (iniciativa da Prefeitura Municipal de Florianópolis), que oferece à população o acesso a cursos de musicalização e de instrumentos, entre outras atividades culturais, com o intuito de contribui para a profissionalização do mercado musical na Capital.
Siga o Damaria nas redes sociais
Sonoridade diferenciada da música brasileira

Nossa História

A Brass Groove Brasil surgiu com o ideal de evidenciar os instrumentos de sopro como solistas principais em uma proposta diferenciada no estado de Santa Catarina.